Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA comentam 'perigosa proximidade' dos aviões da coalizão e da Rússia sobre a Síria

© Sputnik / Dmitry VinogradovCaças russos Su-25 decolam da base aérea de Khmeimim na Síria.
Caças russos Su-25 decolam da base aérea de Khmeimim na Síria. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os aviões da Rússia e da coalizão internacional liderada pelos EUA tiveram uma "perigosa proximidade" que ocorreu há cerca de um mês e meio, mas a situação foi resolvida. A informação foi divulgada por um representante de alto nível do Departamento de Estado dos EUA.

Segundo ele, os EUA estão satisfeitos pelo fato de que o presidente russo, Vladimir Putin, em declaração conjunta com seu homólogo norte-americano, Donald Trump, ter manifestado seu compromisso com os mecanismos atuais para evitar conflitos aéreos sobre a Síria.

Torcedores sírios comemoraram muito o empate com o Irã, resultado que mantém a seleção síria viva na busca por uma vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia - Sputnik Brasil
Trump e Putin confirmaram que não permitirão a divisão da Síria em esferas de influência
"Tivemos uma série de aproximações perigosas há seis semanas, conseguimos resolver isso através de uma dinâmica de trabalho. Houve um incidente quando derrubamos um avião sírio que violou o acordo que estabelecemos, o que também decidimos em através de uma ordem de trabalho", disse o representante do Departamento de Estado.

"Do lado russo, eles também foram bastante profissionais e construtivos trabalhando através de diversos canais para evitar conflitos", disse o porta-voz do Departamento de Estado. 

Foi ressaltado também que esses mecanismos são especialmente importantes devido à convergência de várias forças no leste do país e às contínuas derrotas do grupo terrorista Daesh.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала