Putin promete retaliação após medidas restritivas contra a Sputnik e RT nos EUA

© Sputnik / Aleksey Nikolskyi / Abrir o banco de imagensPresidente Putin observa voos no salão aéreo MAKS 2017
Presidente Putin observa voos no salão aéreo MAKS 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Vladimir Putin disse que Moscou responderá de forma recíproca às ações dos EUA em relação aos meios de comunicação russos, incluindo a agência de notícias Sputnik e o canal RT. Ele acrescentou que as autoridades dos EUA escolheram o caminho do "encerramento real dos meios de comunicação russos" nos EUA.

"Seria cômico se não fosse tão trágico, como dizem os russos", observou Putin, dizendo que os EUA se promovem como líderea dos valores democráticos no mundo. "Não há democracia sem liberdade de expressão. O ataque à nossa mídia nos EUA é um ataque à liberdade de expressão, claramente".

Estúdio de um programa de notícias do canal russo RT - Sputnik Brasil
Moscou: proibição do Twitter a Sputnik e RT reflete sua dependência a autoridades dos EUA
Putin enfatizou a falta de provas de que a mídia russa se envolveu na campanha eleitoral presidencial dos EUA em 2016, acrescentando que "não pode haver tal prova".

"[A mídia russa colocou] cerca de US $ 100.000 em publicidade, enquanto outros meios de comunicação da mídia dos EUA alocaram milhões para os anúncios. Isso é apenas incomensurável. E [a publicidade russa] foi considerada como perigosa e está sendo interpretada como alguns intromissão."

Os meios de comunicação russos estão sob uma pressão elevada nos EUA em meio a uma investigação sobre a interferência presumida de Moscou em eleições presidenciais de 2016. Até agora, o Twitter bloqueou anúncios de contas da RT e Sputnik, citando a interferência nos assuntos domésticos EUA. Além disso, o Departamento de Justiça dos EUA exigiu que a RT se inscreva como agente estrangeiro até 13 de novembro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала