Arábia Saudita pede que seus cidadãos saiam do Líbano imediatamente

© REUTERS / Aziz TaherProtesto contra crise no sistema de coleta de lixo em Beirute, no Líbano, em 25 de julho de 2015
Protesto contra crise no sistema de coleta de lixo em Beirute, no Líbano, em 25 de julho de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Arábia Saudita emitiu um alerta aos seus cidadãos para evitar viagens ao Líbano e pediu o seu retorno imediato do país.

"Recomendamos aos nossos cidadãos que vivem no Líbano a deixar o país imediatamente e abster-se de visitá-lo", informou o Ministério das Relações Exteriores da Arábia Saudita nesta quinta-feira (9).

Saad Hariri falando com jornalistas depois de ser nomeado premiê libanês, novembro de 2016 - Sputnik Brasil
Autoridades libanesas afirmam que seu ex-premiê foi detido na Arábia Saudita
A declaração ocorre em meio à renúncia do ex-primeiro-ministro libanês, Saad Hariri, que ocupou o cargo de 2009 a 2011 e assumiu o posto novamente em novembro de 2016.

A resignação de Hariri ocorreu depois do anúncio do ministro das Relações Exteriores saudita, Thamer Banhan, sobre estar esperando que o Líbano "atue para deter" o movimento Hezbollah – parte do governo do país – por representar ameaça à Arábia Saudita.

Hariri, que foi primeiro-ministro do país entre 2009 e 2011 e assumiu o governo mais uma vez em 2016, no sábado (4), pediu afastamento das funções durante visita à Arábia Saudita por medo de ser assassinado como seu pai. Além disso, ele criticou o movimento xiita paramilitar e político Hezbollah no Líbano e acusou o Irã de estar tentando destruir a região.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала