Chanceler russo estima que a política dos EUA danifique o mercado internacional

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensNotas de dólares norte-americanos
Notas de dólares norte-americanos - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A nova política exterior dos EUA terá graves consequências para o mercado internacional, avisa o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

Presidente iraniano, Hassan Rouhani, em um desfile militar em Teerã, Irã, 22 de setembro de 2017 - Sputnik Brasil
MRE russo: EUA provocam Irã de propósito ao impulsionar política de sanções
Considerando a magnitude da economia estadunidense, o chanceler russo expressou sua convicção de que a nova política econômica "terá consequências graves para os mercados internacionais". Ao mesmo tempo, Moscou "buscará a possibilidade de considerar estas mudanças nas atitudes estadunidenses e em nossas próprias ações".

Hoje (8), no Vietnã ocorreu a reunião entre os ministros da APEC (Cooperação Econômica Ásia-Pacífico) sendo este o último evento antes do início da cúpula do Fórum, prevista para os dias 10 e 11 de novembro.

Para o ministro russo, o tema mais importante durante os debates é "a atitude em relação ao protecionismo, condená-lo ou negá-lo como quer a maioria dos membros da APEC, ou não assumir obrigações adicionais, como tenta fazer a administração estadunidense".

Tanques chineses (imagem ilustrativa) - Sputnik Brasil
China 'empurra' EUA do mercado militar do Sudeste Asiático
"As negociações continuam e talvez cheguem a algum acordo", sugeriu o ministro.

Ao mesmo tempo ele acrescentou que "o comportamento real dos EUA nos mercados internacionais não depende de palavras que expressam posições comuns".

De acordo com Lavrov, a Rússia também chamou atenção dos ministros para o problema de simultaneamente "garantir o acesso livre à informação e prevenir violações ligadas com novas tecnologias, especialmente com fins criminosos ou até mesmo terroristas".

Finalmente o ministro russo expressou sua esperança para que a APEC e ONU prestem especial atenção ao assunto em questão da situação atual.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала