Rússia não deseja falar sobre pior cenário: proibição de participação nos Jogos Olímpicos

© AP Photo / Lee Jin-manBandeiras com o logotipo dos Jogos Olímpicos de 2018 em Pyeongchang
Bandeiras com o logotipo dos Jogos Olímpicos de 2018 em Pyeongchang - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia é nada mais nada menos do que a responsável pelo Movimento Olímpico; Moscou não desejaria precisar falar sobre o pior cenário, ou seja, quanto à desclassificação do país nos Jogos Olímpicos, afirmou o porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov.

Ele acrescentou também que as conversações com o Comitê Olímpico Internacional para resolver questões discutíveis ainda estão em curso.

"Por ordem do presidente da Federação da Rússia, nosso comitê esportivo continua dialogando intensamente com o Comitê Olímpico Internacional e seus representantes. Esperamos que a colaboração com o COI continue e que todas as questões sejam resolvidas. Em geral, não desejaríamos falar sobre o pior cenário, ligado à desclassificação de nossa seleção dos Jogos Olímpicos, justamente porque isso causaria um dano irreparável a todo o Movimento Olímpico", declarou Peskov.

Parque olímpico em Pyeongchang - Sputnik Brasil
França afirma que pode não participar dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul
Assim respondeu o porta-voz à pergunta se a Rússia deve ou não se recusar a participar das competições esportivas internacionais, ou seja, das Olimpíadas, caso o COI não mude suas duras exigências em relação à seleção da Rússia ou caso seja decidido desclassificar a Rússia dos Jogos Olímpicos de 2018 na Coreia do Sul. Nesta segunda-feira (6), a edição norte-americana The New York Times comunicou que devido aos escândalos de doping no esporte russo, o COI está estudando a possibilidade de deixar a seleção da Rússia participar nos Jogos Olímpicos de 2018 com algumas condições: sem participação da seleção do país na abertura do evento e sem hino nacional da Rússia.

"É difícil dar alguma previsão, especialmente no que se refere às relações com o Comitê Olímpico Internacional", confessou Dmitry Peskov.

Além de frisar a responsabilidade assumida pela Rússia no âmbito do Movimento Olímpico, Peskov mencionou que o país encarou com seriedade a organização dos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi, em 2014.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала