Sindicato dos Jornalistas condena Ucrânia por barrar entrada de correspondente russo

© AP Photo / Sergei ChuzavkovCombatentes do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em ucraniano)
Combatentes do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em ucraniano) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), Philippe Leruth, condenou a decisão das autoridades ucranianas de barrar a entrada de um correspondente da agência russa RIA Novosti na Ucrânia, considerando o ato um ataque à liberdade de imprensa.

Juiz. Tribunal. Corte. - Sputnik Brasil
Jornalistas são condenados na Ucrânia por suposto apoio ao separatismo
"A proibição das autoridades ucranianas a respeito de Zakhar Vinogradov é uma forma de censura mal-intencionada", disse Leruth à Sputnik. 

Mais cedo, o Serviço de Segurança da Ucrânia proibiu Vinogradov de entrar no país por um período de cinco anos, alegando razões de defesa da segurança nacional. 

"A decisão de proibir a entrada na Ucrânia é tomada se há informação suficiente recebida, de acordo com o procedimento estabelecido por lei, sobre uma pessoa cometendo atos socialmente perigosos, independente do território de sua comissão, que contradizem os interesses de garantir a segurança da Ucrânia", afirmou a porta-voz do SBU, Olena Hitlianska, citada pela mídia local.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала