Senador russo: guerra contra Coreia do Norte é 'caminho muito perigoso' para Washington

© REUTERS / KCNAManobras de artilharia em grande escala em homenagem do 85 ͦ aniversário do Exército Popular da Coreia do Norte
Manobras de artilharia em grande escala em homenagem do 85 ͦ aniversário do Exército Popular da Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e o presidente dos EUA, Donald Trump, acordaram exercer a máxima pressão sobre Pyongyang. O senador russo Aleksei Pushkov declarou, por sua vez, que a guerra contra a Coreia do Norte é um "caminho muito perigoso" para Washington.

"Trump e Abe declararam a possibilidade de solução militar do problema da Coreia do Norte. Não há muitos que os apoiem. Isso não funcionará como medida de pressão sobre Pyongyang. Preparando a guerra contra a Coreia do Norte, os EUA escolhem um caminho muito perigoso. A resposta de Pyongyang é conhecida previamente. Uma guerra começa com uma declaração. Depois, as pessoas morrem", escreveu Pushkov na sua conta no Twitter.

Kim Jong-un, líder norte-coreano, observa treinamentos do Exército Popular da Coreia - Sputnik Brasil
Vai topar, Kim? Trump diz estar 'aberto' a se encontrar com o líder da Coreia do Norte
O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, declarou na segunda-feira (6) que o Japão e os EUA planejam cooperar com a Rússia e a China para alcançar a suspensão do programa nuclear e de mísseis norte-coreano. Anteriormente, ele disse que os EUA e o Japão acordaram exercer a máxima pressão sobre a Coreia do Norte.

O encontro entre Trump e Abe foi realizado no âmbito da viagem de Donald Trump pela Ásia, que inclui visitas à China, Coreia do Sul, Vietnã e Filipinas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала