Mídia: conflito na Síria mostra que Rússia se prepara para guerras no espaço

Nos siga noTelegram
As guerras do futuro vão ser realizadas no espaço e a Rússia já está se preparando para elas, escreve o Business Insider.

As operações militares na Síria mostraram a importância crescente das altas tecnologias no campo de batalha. Assim, a Rússia utilizou mísseis guiados por satélite e cerca de 10 satélites espaciais para monitorar a situação.

Soldados russos com equipamento de combate Ratnik - Sputnik Brasil
Como é que exército russo se prepara para as guerras do futuro?
Tradicionalmente, o exército é composto por forças terrestres, marítimas e aéreas, mas a Rússia pode combater em breve no espaço, escreve o Business Insider, citado pelo RT.

"As ações militares na Síria mostraram que as guerras do futuro vão ser realizadas não só no espaço aéreo, mas também no espaço cósmico", acredita Viktor Bondarev, chefe do Comitê de Defesa e Segurança da Rússia.

De acordo com ele, as guerras do futuro vão ser "guerras de tecnologias, e já fica claro que é praticamente impossível conter os meios de combate avançados com um fuzil ou uma  metralhadora nas mãos", informa o RT.

Segundo afirma o artigo do Business Insider, as ações militares russas na Síria mostraram claramente a importância crescente das tecnologias utilizadas fora da atmosfera.  Os mísseis russos utilizados para os ataques durante este conflito foram guiados por satélites. De acordo com a mídia ocidental, apenas 2 meses após a entrada da Rússia na guerra síria ela já possuía 10 satélites espaciais utilizados nas operações.

© Foto / Direção de imprensa e informações do Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensAviões de assalto russos Su-25 que regressaram para a Rússia da base aérea de Hmeymim na Síria (foto de arquivo)
Aviões de assalto russos Su-25 que regressaram para a Rússia da base aérea de Hmeymim na Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Aviões de assalto russos Su-25 que regressaram para a Rússia da base aérea de Hmeymim na Síria (foto de arquivo)

Durante o conflito, a Rússia testou não só a sua aviação, mas os blindados e mísseis, lançados a partir de submarinos deslocados no Mediterrâneo. Segundo afirmou a mídia, as ações militares sírias permitiram a Rússia testar seu exército, equipamento e armas, bem como verificar as táticas de combate. Além disso, a Rússia conseguiu aumentar a sua presença militar no Oriente Médio. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала