Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Letônia pretende igualar veteranos soviéticos e nazistas

© AFP 2021 / Ilmars ZnotinsUm homem, vestindo uniforme militar, saúda os veteranos da Legião Letã
Um homem, vestindo uniforme militar, saúda os veteranos da Legião Letã - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Parlamento da Letônia na segunda leitura aprovou o projeto de lei sobre atribuição de status de veterano aos participantes da Segunda Guerra Mundial, que lutaram em lados diferentes, comunicou em entrevista à Sputnik na presidência do parlamento.

Exército espanhol na Letônia durante manobras da OTAN no Báltico - Sputnik Brasil
Rússia está alarmada com situação político-militar no Báltico
De acordo com o documento, o objetivo dessa medida trata-se do reconhecimento dos méritos dos cidadãos letões que participaram na guerra, independentemente contra quem lutavam: Alemanha nazista e seus aliados ou União Soviética.

"Serão reconhecidos como participantes da Segunda Guerra Mundial os moradores que em 17 de junho de 1940 eram cidadãos letões ou chegaram legalmente ao país para viver permanentemente", declararam na presidência parlamentar.

O status de participante não será atribuído aos representantes do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, suas estruturas paramilitares, polícia secreta e serviços de segurança. Não receberão também quem foi condenado por crimes contra humanidade, funcionários do KGB (Comité de Segurança do Estado) da União Soviética e da República Socialista Soviética da Letônia. Contudo, isso não toca os que na época soviética trabalhavam na esfera de planejamento, administração ou finanças.

Adolf Hitler por volta de 1930 - Sputnik Brasil
Hitler só entrou para o Partido Nazista após ser rejeitado por outro, diz jornal
Uma terceira leitura do projeto de lei ainda está para ser realizada.

Na Letônia vivem milhares de participantes da Segunda Guerra Mundial que lutaram ao lado do Exército Vermelho ou da legião letã Waffen-SS.

A legião letã Waffen-SS foi criada pela Alemanha nazista no território da Letônia, ocupada na época da Segunda Guerra Mundial. Os legionários serviam em qualquer unidade militar das Waffen-SS, incluindo batalhões policiais. Nas fileiras da legião lutaram cerca de 150 mil pessoas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала