Especialista: ataques de Israel visam desviar atenção dos êxitos na Síria

© AFP 2022 / Jalaa MareyImagens da fronteira entre Israel e Síria, nas Colinas de Golan (foto de arquivo)
Imagens da fronteira entre Israel e Síria, nas Colinas de Golan (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Força Aérea Israelense lançou um ataque contra alvos na Síria. O especialista em geopolítica, Araik Stepanyan, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, falou por que Israel decidiu fazê-lo.

Um soldado israelense vigiando a linha de demarcação que separa o território sírio e israelense - Sputnik Brasil
Síria culpa Israel de prestar apoio a agrupamentos terroristas
Os aviões da Força Aérea Israelense invadiram o espaço aéreo do Líbano e realizaram um ataque aéreo contra alvos na Síria, comunicou à Sputnik uma fonte do serviço de segurança libanês.

Por sua vez, os sistemas de defesa antiaérea responderam aos ataques na província de Homs, comunicou à Sputnik uma fonte próxima ao serviço especial da Força Aérea da Síria.

"Os mísseis ar-terra da 72º divisão do exército sírio reagiram à agressão da Força Aérea israelense na província de Homs", informou a fonte. 

Militares israelenses preferiram não comentar as notícias sobre ataques contra a Síria, bem como seu envolvimento neles.

Anteriormente, o exército israelense prometeu aumentar potência de contra-ataques a tropas governamentais da Síria, caso continuem atirando, mesmo por acaso.

Bandeira israelense perto de assentamentos judaicos na Cisjordânia - Sputnik Brasil
'Terrorismo patrocinado pelo Estado': Israel fecha 8 meios de comunicação palestinos
No sábado, em 21 de outubro (2), israelenses atacaram três alvos sírios logo depois do lançamento de cinco projéteis a partir do território das Colinas de Golã, controlado por Israel. As forças defensivas do país hebraico reconheceram que os projéteis atingiram seu território por acaso, que veio a acontecer durante ações militares entre as forças governamentais da Síria e oposição. Mesmo assim, o incidente foi classificado como um ato inaceitável de atentado contra a soberania de Israel.

De acordo com o especialista russo e secretário-geral da Academia de Problemas Geopolíticos, Araik Stepanyan, Israel estaria desempenhando um papel provocador.

"Não é a primeira vez que Israel realiza ataques ilegais a um país soberano. Em minha opinião, Israel está desempenhando um papel provocador por perceber que a operação no sudeste está sendo concluída com sucesso [pelas tropas governamentais da Síria]. Há chances de as forças sírias e iraquianas conseguirem plenamente reestabelecer controle sobre a fronteira síria-iraquiana. Para desviar atenção do avanço, Israel ataca. Trata-se de um ato provocador. Como se quisessem ajudar terroristas", assinalou Stepanyan.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала