Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Embaixador sul-coreano: Rússia pode estar por trás da pausa nos testes da Coreia do Norte

© REUTERS / KCNANesta foto sem data que foi divulgada pela Agência Central de Notícias da Coreia do Norte em Pyongyang no dia 7 de Março de 2017, o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un supervisou o lançamento de mísseis balísticos das unidades da artilharia de Hwasong das Forças Estratégicas do Exercito Popular da Coreia
Nesta foto sem data que foi divulgada pela Agência Central de Notícias da Coreia do Norte em Pyongyang no dia 7 de Março de 2017, o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un supervisou o lançamento de mísseis balísticos das unidades da artilharia de Hwasong das Forças Estratégicas do Exercito Popular da Coreia - Sputnik Brasil
Nos siga no
O novo embaixador da Coreia do Sul na Rússia, Woo Yoon-keun, afirmou nesta quarta-feira que quer maior participação do Kremlin na busca por uma solução para a crise na Península da Coreia, e sugeriu que os russos podem explicar a pausa nos testes norte-coreanos.

"Não tenho informações detalhadas, mas acredita-se que Moscou está desempenhando um papel na matéria", afirmou Woo a jornalistas em Seul, de acordo com informações do jornal local Korea Times.

Desde o sexto teste nuclear de sua história, realizado em 3 de setembro, a Coreia do Norte não realizou nenhuma nova prova, seja balística ou atômica. Esperava-se que Pyongyang mantivesse a tradição com testes em outubro, o que acabou não acontecendo.

Embora seja conhecido que o principal local de testes nucleares norte-coreanos sofreu danos na última prova nuclear do país, o chanceler sul-coreano comentou que os esforços da Rússia, para onde ele segue na próxima semana, não podem ser minimizados.

Lançamento de míssil balístico intercontinental, EUA - Sputnik Brasil
7 opções militares, 300 mil mortos e US$ 1,4 tri: EUA detalham guerra com Coreia do Norte

"É difícil explicar em detalhes, mas acho que a Rússia pode desempenhar um papel crucial na crise nuclear da Coreia do Norte", explicou Woo.

Além de tratar da crise com Pyongyang, o chanceler tentará melhorar ainda mais a cooperação econômica entre Seul e Moscou, com eventual participação de Pyongyang – uma promessa de campanha do presidente Moon Jae-in.

Ao lado da China, a Rússia apresentou uma proposta para a diminuição das tensões na península, com a suspensão imediata não só dos testes balísticos e nucleares da Coreia do Norte, mas também dos exercícios bilaterais entre EUA e Coreia do Sul. Washington descartou a ideia.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала