Apesar de Pequim, presidente de Taiwan visita EUA

© AP Photo / Chiang Ying-yingTsai Ing-wen (foto de arquivo)
Tsai Ing-wen (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Apesar da reprovação de Pequim, a presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, visitou a capital do Havaí, que faz parte dos Estados Unidos, neste sábado (28).

A China não reconhece a independência de Taiwan — conhecida formalmente como República da China (RC) — e se opõe quando outros Estados recebem autoridades taiwanesas.

Militares taiwanenses durante exercícios Han Guang em Pintung, Taiwan, 25 de agosto de 2016 - Sputnik Brasil
Que papel EUA desempenhariam em caso de conflito militar no Estreito de Taiwan?
De acordo com a presidente de Taiwan, a democracia e a segurança na ilha asiática podem ser mantidas com uma relação amigável com Pequim.

Nesta semana, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que o trânsito de Tsai em solo estadunidense é "privado" e baseado em "relações não oficiais com Taiwan". O Departamento de Estado também afirmou que concorda com a unidade territorial chinesa e considera Taiwan como um território chinês.

Esta é a segunda vez da presidente de Taiwan nos Estados Unidos em 2017. Em janeiro, ela esteve em Houston e São Francisco antes de visitar a América Latina. O tour internacional de Tsai rendeu notas de repúdio da China.

O presidente dos EUA, Donald Trump, tem uma viagem agendada para a China em menos de duas semanas. Logo após assumir a Casa Branca, em janeiro, Trump causou um atrito nas relações com a China porque falou por telefone com Tsai.

Em 2015, os Estados Unidos venderam US$ 2 bilhões em equipamentos militares para Taiwan.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала