Suprema Corte australiana decide que vice-premiê foi eleito ilegalmente

© REUTERS / Lukas CochO vice-primeiro-ministro australiano, Barnaby Joyce, preocupado enquanto se senta atrás do primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, na Câmara dos Deputados de Canberra
O vice-primeiro-ministro australiano, Barnaby Joyce, preocupado enquanto se senta atrás do primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, na Câmara dos Deputados de Canberra - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo da Nova Zelândia confirmou que o vice-primeiro ministro da Austrália, Barnaby Joyce, tem dupla cidadania. De acordo com a Constituição australiana, cidadãos com outras nacionalidades não podem concorrer a cargos públicos. A decisão pode tornar inelegível a chapa do premiê Malcolm Turnbull.

A decisão do Tribunal Superior da Austrália significa que Joyce foi automaticamente desqualificado para o cargo. O vice-premiê renunciou à dupla cidadania em agosto e pode contestar a perda do cargo na Câmara Baixa.

"Eu respeito o veredito do tribunal. Vivemos em uma democracia maravilhosa, com todos os pesos e contrapesos que nos deram todas as liberdades que vemos. Agradeço ao tribunal por suas deliberações", disse Joyce.

A invalidação pode abrir margem para contestação do próprio comando de Malcolm Turnbull, desde 2015 premiê da nação insular na Oceania.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала