Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Oposição racha e governadores contrários a Maduro prestam juramento à Constituinte

© REUTERS / Ueslei MarcelinoUm homem atravessa um anúncio que diz: "A Assembleia Constituinte não acontecerá", em Caracas, Venezuela, 24 de julho de 2017. Destacam-se na peça: Henrique Capriles, líder da oposição venezuelana e governador de Miranda, Lilian Tintori esposa do líder da oposição Leopoldo López, Julio Borges, presidente da Assembleia Nacional e legislador da coalizão venezuelana de partidos de oposição (MUD) e a líder da oposição, Maria Corina Machado.
Um homem atravessa um anúncio que diz: A Assembleia Constituinte não acontecerá, em Caracas, Venezuela, 24 de julho de 2017. Destacam-se na peça: Henrique Capriles, líder da oposição venezuelana e governador de Miranda, Lilian Tintori esposa do líder da oposição Leopoldo López, Julio Borges, presidente da Assembleia Nacional e legislador da coalizão venezuelana de partidos de oposição (MUD) e a líder da oposição, Maria Corina Machado. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Contrariando a orientação de sua coalização, a Mesa da Unidade Democrática, quatro dos cinco governadores de oposição ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fizeram seu juramento diante da Assembleia Nacional Constituinte e assumiram seus cargos nesta segunda-feira (23).

Venezuela's President Nicolas Maduro gestures as he speaks during a session of the National Constituent Assembly - Sputnik Brasil
Maduro: Temer é golpista e não tem moral para pedir auditoria na Venezuela
Apesar da crise que enfrenta a Venezuela, a oposição levou apenas 5 dos 23 estados na eleição realizada em 15 de outubro.

Diante do resultado desastroso, a oposição reconheceu que o número de abstenções de seus partidários foi muito alto — mas também acusou Maduro e os órgãos estatais responsáveis pela apuração dos votos de fraude.

A Mesa da Unidade Democrática também afirmou que seus membros eleitos não iriam "se ajoelhar" perante à Assembleia Nacional Constituinte — organismo de maioria governista cuja legitimidade não é reconhecida pela oposição. 

Maduro chegou a afirmar que os governadores que não prestassem juramento à Constituinte não iriam assumir seus cargos. 

Nesta segunda, contudo, os novos governadores de Tachira, Merida, Nuevo Esparta e Anzoategui fizeram o juramento. Todos eles pertencem ao partido Ação Democrática, o maior e mais antigo partido da Venezuela. 

Apenas Juan Pablo Guanipa, eleito para o estado de Zulia, na fronteira com a Colômbia, disse que "sob nenhuma circunstância" comparecerá perante a Assembleia "fraudulenta".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала