Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Após tiroteio e furacões, países desenvolvidos postam alerta contra viagem aos EUA

© AP Photo / Darko VojinovicBandeira dos Estados Unidos
Bandeira dos Estados Unidos - Sputnik Brasil
Nos siga no
Após uma série de catástrofes recentes, incluindo o furacão Maria e o furacão Irma, juntamente com incêndios sem precedentes na Califórnia e uma violência chocante na sequência do massacre de tiroteio de Las Vegas em 1º de outubro, vários países publicaram novos avisos de viagem alertando os cidadãos contra viagem aos EUA.

De acordo com Ed Daly, porta-voz da empresa de inteligência de viagens iJET International, "Depois de uma pausa, houve uma série de incidentes que ocorreram um após o outro e levaram a esses avisos", citou o The New York Times.

Situação em Las Vegas após tiroteio em 2 de outubro de 2017 - Sputnik Brasil
Mídia: Daesh reivindica autoria do tiroteio em Las Vegas
O governo canadense recentemente atualizou seu aviso de viagem em relação aos EUA, acrescentando que os viajantes devem ter em mente que "a posse de armas de fogo e a frequência de crimes violentos geralmente são mais prevalentes nos EUA do que no Canadá".

O governo canadense também alertou seus cidadãos para que não viajassem para as regiões da Califórnia, Sonoma, Napa e Lake Mendocino devido a uma série de incêndios florestais maiores e mais destrutivos registrados até o momento.

O Reino Unido atualizou sua página de viagem para dizer que "os terroristas são muito propensos a realizar ataques nos EUA" e que esses ataques podem ocorrer "em lugares visitados por estrangeiros". O site de viagens do Reino Unido acrescenta que "o ambiente pós-tempestade em Porto Rico e as Ilhas Virgens dos EUA continua a ser particularmente frágil, com interrupções de energia contínuas e edifícios instáveis".

Árvore cai em estrada devido a ventos fortes na Geórgia (EUA) - Sputnik Brasil
Quando natureza ataca: não brinque com o furacão Irma
O tiroteio de Las Vegas, que deixou 59 pessoas mortas, levou o site de viagens do governo da Nova Zelândia a publicar: "Os incidentes ativos de disparos ocorrem de tempos em tempos nos EUA".

Embora o Departamento de Relações Exteriores e Comércio da Irlanda não mencionou o massacre de Las Vegas, incluiu uma frase afirmando que o aumento da ameaça do terrorismo "deve ser levado em conta pelos cidadãos irlandeses que vivem e trabalham nos EUA".

O aviso de viagem da Alemanha alerta cidadãos a evitar centros urbanos e manifestações. Além disso, Berlim advertiu os alemães para evitar viagens a Porto Rico, as Ilhas Virgens dos EUA e certas partes da Flórida e do Texas na sequência da destruição de furacões.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала