Pentágono responde ao Armata russo com um novo Abrams

© Ministério da Defesa russo / Abrir o banco de imagensDemonstração do tanque T-14 Armata
Demonstração do tanque T-14 Armata - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Após a primeira apresentação pública do tanque russo T-14, os analistas militares ocidentais começaram a publicar artigos pessimistas prevendo o declínio da escola euro-estadunidense de construção de tanques.

Mas a situação se alterou, informa o jornal Nezavisimaya Gazeta. No início de outubro, a mídia anunciou a entrega dos primeiros "tanques de nova geração” Abrams M1A2 SEPv3 ao exército norte-americano, que devem concorrer com os tanques da Rússia e da China.

Destruidor de tanques 2S25 Sprut-SD exposto no fórum militar EXÉRCITO 2017 - Sputnik Brasil
Novo 'destruidor de tanques' russo pode reduzir a cinzas os Abrams e Leopard
SEPv3 significa Pacote de Melhoramento do Sistema, versão 3, e consiste de uma nova versão do tanque de combate principal Abrams M1A2. O trabalho na 3ª versão se iniciou em 2011. 

As principais diferenças da versão M1A2 SEPv3 são as seguintes: um novo sistema de comunicação JTRS que permite manter o contato com todos os elementos e unidades da brigada de combate do exército norte-americano; um sistema modernizado de produção e distribuição de eletricidade entre os sistemas de bordo; uma utilização mais ativa da tecnologia de blocos modulares para melhor assistência e reparação dos tanques. 

Além disso, o carro de combate possui uma nova versão do sistema de defesa contra explosivos improvisados guiados à distância, um sistema modernizado de direção de tiro, que utiliza a munição polivalente ХМ1147 ХМ1147 АMP com um detonador programável e uma munição de pequeno calibre contra blindados. O tanque recebeu também uma nova blindagem.

© AP Photo / Exército dos EUATanque norte-americano Abrams M1A2 (foto de arquivo)
Tanque norte-americano Abrams M1A2 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Tanque norte-americano Abrams M1A2 (foto de arquivo)

Os trabalhos de modernização já estão em curso. Em setembro de 2017 a empresa General Dynamics Land Systems celebrou um acordo de 270 milhões de dólares para modernizar um primeiro lote de 45 tanques da versão M1A2 SEPv3 e um acordo de 311 milhões de dólares para desenvolver a versão seguinte SEPv4. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала