Olhe como se faz, Trump: Irã exalta projetos nucleares pacíficos com a Rússia

© Sputnik / Valery Melnikov / Abrir o banco de imagensA usina nuclear Bushehr no Irã (foto de arquivo)
A usina nuclear Bushehr no Irã (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Irã agradeceu a Rússia por expandir sua lista de projetos atômicos conjuntos nos últimos anos e espera que a cooperação bilateral nesta área se acelere, disse o diretor da Organização de Energia Atômica do Irã (OEAI), Behruz Kamalvandi.

"Gostaria de agradecer que a cooperação entre os nossos países tenha se expandido em vários ramos do átomo pacífico, embora precisemos acelerar a nossa cooperação para compensar as oportunidades perdidas e aproveitar ao máximo os esforços conjuntos, incluindo o talento em recursos humanos e realizações valiosas técnicas dos dois países ", disse ele.

Durante um seminário russo-iraniano, celebrado em homenagem ao 25º aniversário da cooperação entre os dois países neste campo, Kamalvandi destacou os importantes resultados alcançados, citando a construção do primeiro bloco da central nuclear de Bushehr, concluída pela Rússia, e a construção de novos blocos para esta planta.

Sistema de defesa antiaérea de mísseis do Irã - Sputnik Brasil
EUA podem empurrar o mundo para uma guerra nuclear se romperem acordo com Irã

"É digno de nota que em cada um dos casos de cooperação acima mencionados, todos os documentos necessários foram meticulosamente acordados e assinados por ambas as partes, e gostaria de enfatizar a importância de um cumprimento oportuno e preciso desses documentos", acrescentou.

O funcionário sublinhou que a cooperação entre os dois países corresponde plenamente aos compromissos internacionais previstos no acordo sobre a não proliferação de armas nucleares, as garantias da AIEA e o Plano de Ação Conjunto e Integral sobre o programa nuclear do Irã.

Correspondendo a este documento, é estabelecida a cooperação entre a OEAI e a empresa nuclear do estado russo, a Rosatom, que inclui a assinatura de um memorando sobre o transporte de materiais nucleares.

A posição entre Teerã e Moscou no campo nuclear contrasta com a hostilidade direcionada por Washington contra o governo iraniano. O presidente estadunidense Donald Trump segue prometendo deixar o acordo nuclear, firmado com o Irã em 2015, o que pode levar a uma escalada de tensões no Oriente Médio.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала