3 fatores-chave que levam ao fim da era do dólar

CC BY 2.0 / Images Money / DollarDólar com bandeira dos EUA de fundo
Dólar com bandeira dos EUA de fundo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As mudanças geopolíticas que atualmente ocorrem no mundo apontam para a necessidade urgente de substituir o dólar, que cada vez mais se torna uma moeda de reserva disfuncional, disse John Hardy, estrategista do banco dinamarquês Saxo Bank.

Um tsunami - Sputnik Brasil
Sistema financeiro criado pelos EUA ameaça mundo com 'tsunami'
De acordo com o especialista, o primeiro fator é o papel crescente que a China desempenha hoje no comércio global e nos mercados financeiros. Sendo a maior economia do mundo, os EUA vivem sempre acima das suas possibilidades. Durante muitos anos, o país tem exportando a sua moeda nacional usando títulos do tesouro. Como se não bastasse, todas as operações comerciais relacionadas com a compra e venda do petróleo se realizavam em dólares.

Entretanto, recentemente a China, que é o maior importador de petróleo no mundo, deu o primeiro passo para acabar com o domínio do dólar. Pequim lançou contratos de futuros de petróleo em yuans, com sua possível conversão em ouro. Essa mudança é fundamental para o comércio global de petróleo, afirmou Hardy.

A rua Wall Street em Nova York - Sputnik Brasil
3 sinais de que economia dos EUA está à beira de novo colapso
Em particular, a medida permitirá à China reduzir suas grandes reservas de dólares. Além disso, se a China, que também acumulou enormes reservas de ouro nos últimos anos, permitir que qualquer seu parceiro converta seus rendimentos de yuan diretamente em ouro, isso  poderá reduzir o interesse dos países exportadores de petróleo em manter suas reservas em dólares.

Desta forma, a China põe à prova de forma indireta os parceiros tradicionais dos EUA, como a Arábia Saudita, que também poderão optar pelo yuan em vez do dólar. 

O segundo fator está relacionado com a tensão na península da Coreia e, especialmente, com as tentativas da Coreia do Norte de manter seu estatuto de potência nuclear. É interessante como esses planos das autoridades norte-coreanas afetarão as relações entre a China e os EUA e que posição o Japão assumirá.

Rublo - Sputnik Brasil
Mídia alemã: Putin tem mais um motivo para ficar contente
Note-se que o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, recentemente ordenou preparar um estímulo fiscal no valor de dois trilhões de ienes ($R 56 bilhões). Dado que este estímulo será investido na economia nacional, a moeda japonesa poderá se fortalecer em relação ao dólar.

Finalmente, a terceira causa que poderia contribuir para o fim da era do dólar como moeda de reserva principal no mundo é o agravamento das relações entre os EUA e a União Europeia. Será interessante ver qual a política que a UE escolherá após as recentes eleições na Alemanha: "a de uma superpotência independente ou não", pergunta-se Hardy.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала