Rússia adotará 'resposta espelhada' contra EUA por perseguição de jornalistas russos

© Sputnik / Kirill Kallinikov / Abrir o banco de imagensO pico do Kremlin e a bandeira russa na Praça Vermelha
O pico do Kremlin e a bandeira russa na Praça Vermelha - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Justiça da Rússia informou nesta segunda-feira (9) que adotará medidas de resposta contra perseguição de jornalistas russos nos EUA.

Moscou afirma que a "Radio Liberty" e outros dois meios de comunicação dos EUA podem receber restrições no âmbito da lei sobre "agentes estrangeiros".

O comunicado ocorre após o Ministério das Relações Exteriores da Rússia ter declarado que Moscou pode responder às restrições dos EUA sobre o trabalho da agência RT.

Vista do Kremlin de Moscou - Sputnik Brasil
Kremlin não descarta medidas de resposta se EUA continuarem pressionando RT e Sputnik
No início do dia, uma fonte no Ministério da Justiça russo informou à Sputnik que Moscou enviou um aviso sobre a possibilidade de expandir a lista de agentes estrangeiros e incluir vários meios de comunicação dos EUA, incluindo a "Voice of America" (Voz da América) e a "Radio Liberty" (Rádio Liberdade).

De acordo com a fonte, o aviso adverte sobre as próximas mudanças na legislação russa sobre a expansão da lista de organizações não-governamentais que podem ser reconhecidas como "agentes estrangeiros".

Foi ressaltado também que "essas ações dizem respeito apenas a mídias dos EUA, e esta é uma medida excepcional em resposta à possibilidade do canal RT receber o status de 'agente estrangeiro' nos Estados Unidos".

Washington acusou repetidamente a agência Sputnik e o canal de televisão russo RT de terem interferido nas eleições presidenciais norte-americanas em novembro de 2016.

A Rússia negou repetidamente todas as acusações e o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, descreveu-as como "absolutamente infundadas". 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала