Romênia apela à OTAN para reforçar presença na 'frente oriental'

© AFP 2022 / Daniel Mihailescu Exercícios da OTAN no Mar Negro
Exercícios da OTAN no Mar Negro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente romeno, Klaus Iohannis, manifestou-se a favor da estratégia do diálogo "com posições de defesa e contensão fortes", sublinhando que a Aliança deve reforçar a presença na frente oriental, em especial, no mar Negro.

Bandeiras da Ucrânia e da OTAN - Sputnik Brasil
Ucrânia mais perto da OTAN? Kiev sediará Assembleia Parlamentar da organização
O presidente da Romênia, Klaus Iohannis, declarou durante a Assembleia Parlamentar da OTAN que a Aliança não se trata de ameaça para a Rússia, sublinhando que a OTAN precisa da estratégia que incluirá o diálogo, mas "com posições de defensiva e contensão fortes".

"O nosso objetivo é paz, não guerra. A OTAN não deseja confrontos e não representa uma ameaça para a Rússia […] Nas relações com a Rússia precisamos de uma estratégia complexa, concertada e de longo prazo. Ela deve incluir diálogo, mas com posições de defesa e contensão fortes", disse Iohannis na segunda-feira (9), citado pela agência Mediafax.

Militares bielorrussos se preparando para exercícios conjuntos das Forças Armadas da Rússia e da Bielorrússia Zapad 2017 - Sputnik Brasil
Bruxelas pode congelar o Conselho Rússia-OTAN após exercícios militares russo-bielorrussos
Segundo ele, é preciso consolidar a rede alargada de parceiros da OTAN com todos os países que consideram a Aliança como parceira. 

"É necessário reforçar a presença na frente oriental, especialmente no sul, no mar Negro", disse o líder romeno.

Quanto à defesa interna, segundo Iohannis, devem ser amplificadas as medidas para reforçar a resiliência contra agressão híbrida, cibernética ou de informação, especialmente na infraestrutura civil.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала