Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mídia ocidental: apoiando Pyongyang, Rússia se defende dos EUA

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensKim Jong-un o líder da Coreia do Norte
Kim Jong-un o líder da Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Rússia está "dissimuladamente" apoiando a Coreia do Norte, não permitindo o seu isolamento por parte dos EUA, escreve a Gears of Biz.

O Kremlin de Moscou - Sputnik Brasil
Rússia verá qualquer ataque dos EUA contra Coreia do Norte como ameaça à sua segurança
De acordo com a edição, a Rússia se baseia nos mesmos princípios que na Síria – ela não quer perder os mecanismos de influência na região e permitir a instalação de tropas norte-americanas na sua fronteira oriental. 

Durante os últimos tempos a Rússia está prestando apoio econômico à Coreia do Norte para conter quaisquer tentativas dos EUA de depor Kim Jong-un, opina a jornalista da Gear of Biz Victoria Ritter, citada pelo RT

De acordo com ela, Moscou se preocupa com o fato de Donald Trump estar se comportando de jeito cada vez mais "imprevisível", e "poder provocar uma situação em que os EUA e a Coreia do Norte sejam mergulhados no caos". Ela aponta também que o Kremlin se preocupa com a possibilidade de perder as "alavancas de influência" na região e, em resultado, enfrentar o deslocamento de forças norte-americanas para perto da fronteira oriental russa.  

Norte-coreanos perante os computadores - Sputnik Brasil
Rússia desenvolve canal de Internet alternativo para Coreia do Norte
Apesar de que Moscou tem condenado os testes nucleares da Coreia do Norte, ela está "oferecendo dissimuladamente ajuda para defender a Coreia do Norte das tentativas dos EUA de isolar economicamente o país", afirma Victoria Ritter. Ela afirma que, recentemente, uma empresa russa começou a efetuar o tráfego de dados de Internet na Coreia do Norte, ligando desta maneira o país com o mundo externo, enquanto o comércio bilateral quase duplicou no primeiro trimestre do ano 2017.

De acordo com vários analistas, a Rússia está apoiando Pyongyang porque é contra a mudança de regime no país. "Os políticos russos acusaram repetidamente os EUA de incentivarem as revoluções 'de veludo' nos países da antiga URSS e quaisquer declarações dos EUA sobre a derrubada de qualquer líder são condenadas em Moscou", escreve Ritter. Em 2011 o presidente russo Vladimir Putin acusou a secretária de Estado Hillary Clinton de tentar provocar tensões na Rússia e exortou "a deixar Kim Jong-un tranquilo". 

De acordo com o analista político russo Andrei Kortunov, o apoio de Kim Jong-un por parte da Rússia tem o mesmo caráter pragmático que o apoio a Bashar Assad. Se os EUA tentarem derrubar Kim Jong-un com uso da força, a Rússia pode enfrentar um fluxo de refugiados e uma crise humanitária perto da sua fronteira. Além disso, de acordo com ele, as armas e tecnologias de Pyongyang podem "cair nas mãos de pessoas ainda mais perigosas".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала