Amigos amigos, negócios à parte: Turquia não reconhece a reintegração da Crimeia à Rússia

© Sputnik / Aleksandr PolegenkoArco ferroviário da ponte da Crimeia foi erguido e fixado
Arco ferroviário da ponte da Crimeia foi erguido e fixado - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, declarou nesta segunda-feira que o seu país respeita a soberania da Ucrânia e não reconhece a "anexação ilegal" da Crimeia pela Rússia.

O chefe de Estado turco conversou com jornalistas em Kiev, depois de uma reunião a portas fechadas com o presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko.

"Eu garanti mais uma vez ao Poroshenko que a Turquia seguirá respeitando a soberania da Ucrânia e a sua integridade territorial, incluindo a Crimeia, bem como a sua consolidação política", disse o político.

Erdogan também revelou que, durante a reunião com o líder ucraniano, ele prometeu coordenar as ações dos dois países em temas relativos à segurança na região do mar Negro.

Yalta, Crimea - Sputnik Brasil
'Nunca haverá um presidente russo que permita que Crimeia deixe de ser parte de seu país'
"Discutimos questões internacionais e regionais, que afetam os nossos países. Inclusive questões relativas à segurança da região do mar Negro. Eu e meu amigo [Poroshenko] combinamos agir de forma coordenada nessas questões", disse Erdogan aos jornalistas na presença de Poroshenko, ao comentar os resultados do encontro.

A Crimeia se reintegrou à Rússia em 2014, após a realização de um referendo, no qual 96,77% da população da península e 95,6% dos eleitores da cidade de Sebastopol votaram a favor.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала