Comissão Europeia: referendo da Catalunha é assunto interno da Espanha

© REUTERS / Susana VeraHomem com uma Estrelada (bandeira da Catalunha) durante o referendo pela independência, em Barcelona, em 1 de outubro
Homem com uma Estrelada (bandeira da Catalunha) durante o referendo pela independência, em Barcelona, em 1 de outubro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Comissão Europeia considera a situação em torno do referendo que decorreu ontem (1) na Catalunha um assunto interno da Espanha, disse o porta-voz da Comissão Europeia, Margaritis Schinas.

"De acordo com a Constituição da Espanha, a votação de ontem na Catalunha foi ilegal. Para a Comissão europeia, como o presidente [Jean-Claude Juncker] repetiu várias vezes, este é um assunto interno da Espanha, que deve ser resolvido segundo a Constituição da Espanha", disse Schinas.

Referéndum de la independencia de Cataluña - Sputnik Brasil
Parece que Espanha conseguiu provocar a separação da Catalunha
Schinas sublinhou que a Comissão Europeia confia no governo do primeiro-ministro da Espanha "na questão da gestão deste processo complicado, com a plena observação da Constituição espanhola, assim como dos direitos fundamentais dos cidadãos".

Ele acrescentou que a Comissão Europeia apela a Madri e a Barcelona para regularizarem o assunto através do diálogo.

"A Comissão Europeia acredita que agora é hora de união e estabilidade, não de fragmentação. Apelamos a todas as partes para que passem o mais rápido possível da confrontação para o diálogo. A violência jamais pode ser um instrumento na política", afirmou.

Barcelona, Espanha, na votação do referendo sobre a independência da região - Sputnik Brasil
Premiê espanhol deve responder ao mundo pela repressão na Catalunha, diz Maduro
Comentando a situação do referendo catalão, o Kremlin expressou uma posição semelhante à da Comissão Europeia.

"Quanto aos acontecimentos na Espanha, […] Moscou continua com a posição que é um assunto interno do reino", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Madri qualificou o referendo na Catalunha como ilegal. No entanto, de acordo com as autoridades catalãs, cerca de 90% dos votantes se expressaram a favor da independência da Catalunha. Os confrontos com a polícia espanhola durante o referendo causaram 893 feridos, segundo o Ministério da saúde da Catalunha.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала