Itália decide expulsar embaixador da Coreia do Norte

© REUTERS / KCNALíder da Coreia do Norte, Kim Jong-un durante o lançamento do míssil Hwasong-12 efetuado em 16 de setembro de 2017
Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un durante o lançamento do míssil Hwasong-12 efetuado em 16 de setembro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador norte-coreano em Roma terá que sair da Itália, disse o ministro italiano das Relações Exteriores, Angelino Alfano.

"Nós tomamos a decisão séria de interromper a autorização do embaixador norte-coreano, ele terá de deixar a Itália", disse o chanceler em entrevista ao jornal La Repubblica.

Departamento do Estado dos EUA - Sputnik Brasil
EUA: Coreia do Norte não quer negociar a desnuclearização
Angelino Alfano também considerou "encorajadora" a recente declaração do secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, de que os Estados Unidos mantêm canais de diálogo com Pyongyang.

A tensão está alta na península após uma série de testes balísticos norte-coreanos e exercícios militares dos Estados Unidos. O mais recente teste balístico do país de Kim Jong-un foi realizado no dia 15 de setembro, quando um míssil norte-coreano sobrevoou o norte do Japão antes de cair no Oceano Pacífico, cerca de 20 minutos após o lançamento.

A Itália costuma condenar os testes da Coreia do Norte e pedir o cancelamento de seu programa balístico e nuclear. 

Na sexta-feira (29), a chancelaria italiana organizou uma reunião informal sobre a crise norte-coreana com representantes do G7, União Européia e Coreia do Sul e Austrália.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала