Erdogan: as autoridades do Curdistão iraquiano vão 'pagar' por terem realizado o referendo

© REUTERS / Umit BektasPresidente da Turquia Tayyip Erdogan. 16 de março, 2016
Presidente da Turquia Tayyip Erdogan. 16 de março, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, declarou que as autoridades do Curdistão iraquiano vão pagar por terem realizado o referendo sobre a independência da região, informou The Independent.

Segundo o presidente turco, o referendo provocará o surgimento de uma "nova ferida na região", já afetada pelos conflitos na Síria e no Iraque.

"O governo regional curdo, a quem nós chegamos a apoiar, empreendeu passos contra a gente, e eles terão de pagar por isso", disse o chefe de Estado. 

Combatentes curdos iraquianos Peshmerga em cerimônia de graduação de treinamento em Arbil, capital da Região Autônoma do Curdistão, no norte do Iraque. - Sputnik Brasil
Bagdá anuncia que irá tomar postos de fronteira no Curdistão com ajuda de Irã e Turquia
O referendo sobre a independência do Curdistão iraquiano foi realizado na segunda-feira, 25 de setembro. Segundo a comissão eleitoral suprema independente, 92,7% dos eleitores votaram a favor da independência da região.

As autoridades do Iraque declararam o referendo de ilegítimo e destacaram que não pretendem realizar negociações com o governo regional sobre sua autonomia política. 

Turquia, Irã, EUA e a ONU se posicionaram contra a realização do referendo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала