Premiê do Japão dissolve Parlamento por causa de ameaça norte-coreana

© REUTERS / Franck RobichonShinzo Abe, primeiro ministro do Japão
Shinzo Abe, primeiro ministro do Japão - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, explicou a dissolução da câmara baixa e a realização de eleições antecipadas em 22 de outubro por existir ameaça nuclear e de mísseis por parte da Coreia do Norte.

"Serão realizadas eleições que exigem dar uma resposta às perguntas de como proteger o Japão, como proteger a vida dos civis", afirmou ele ao canal de TV NHK. De acordo com o chefe de governo, a eleição da nova câmara deve "abrir caminho" ao futuro do Japão, das crianças japonesas.

Sistema de defesa antimíssil Aegis Ashore - Sputnik Brasil
Japão pode instalar sistemas de defesa antimíssil dos EUA para se proteger de Pyongyang
A atual legislatura só deveria acabar em dezembro do ano que vem.

A oposição criticou Abe por este passo, acusando-o de dissolver a câmara e de realizar eleições para acabar com as investigações incómodas em relação a ele. Trata-se, em particular, da possível participação do premiê de manipulações ilegais em torno das organizações educacionais Moritomo Gakuen e Kake Gakuen. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала