Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Perigoso, mas encantador: Cores brilhantes das tempestades de Júpiter (FOTOS)

Nos siga no
Durante o seu oitavo voo em volta de Júpiter, a sonda da NASA Juno capturou fotos impressionantes do gigante gasoso que deixarão você boquiaberto!

Uma série de fotos apresentadas pela NASA mostra toda a beleza das tempestades que ocorrem em Júpiter.

© NASA . NASA/SwRI/MSSS/Shawn HandranUm furacão em Júpiter, Rachel Region, fotografado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo
Um furacão em Júpiter, Rachel Region, fotografado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo - Sputnik Brasil
Um furacão em Júpiter, Rachel Region, fotografado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo

Quando as fotos foram tiradas, a sonda voava à distância entre 12.000 e 23.000 km das nuvens do planeta, diz o comunicado da agência espacial.

© NASA . JunoImagem impressionante de Júpiter tirada pela sonda Juno durante seu oitavo voo
Imagem impressionante de Júpiter tirada pela sonda Juno durante seu oitavo voo - Sputnik Brasil
Imagem impressionante de Júpiter tirada pela sonda Juno durante seu oitavo voo

A sonda Juno, batizada em homenagem à deusa da maternidade e mulher traída de Júpiter na mitologia romana, partiu para o planeta distante em agosto de 2011 e em 2016 se aproximou dele, posicionando-se em órbita estável. A Juno está em órbita de Júpiter há 14 meses.

A cada 53 dias, a sonda espacial se aproxima do planeta, registra imagens e volta a uma distância mais segura, para se proteger da radiação intensa.

A Juno é a segunda sonda a orbitar Júpiter. A primeira — Galileo  — foi desativada em 2003.

© NASA . NASA / SwRI / MSSS / Gerald Eichstädt / Seán DoranA atmosfera tempestuosa de Júpiter, capturado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo
A atmosfera tempestuosa de Júpiter, capturado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo - Sputnik Brasil
A atmosfera tempestuosa de Júpiter, capturado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo

As missões da sonda Juno são muito variadas, mas seu objetivo principal é saber mais sobre a atmosfera, o núcleo e os campos magnéticos e gravitacionais de Júpiter. Até agora, Juno tem tirado fotos dos polos de Júpiter, registrando fenômenos estranhos, tais como a formação de nuvens e auroras polares no planeta gasoso.

Em fevereiro de 2018, a nave espacial deverá mergulhar em Júpiter, onde a atmosfera do planeta a irá destruir, isso será realizado para evitar a criação de lixo espacial e minimizar o risco de contaminação de uma das luas do planeta com bactérias provenientes da Terra.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала