Damasco: separatismo curdo na Síria e no Iraque é estimulado pelos EUA

© REUTERS / Rodi SaidCombatentes das Forças Democráticas da Síria (FDS) ao norte da cidade de Raqqa
Combatentes das Forças Democráticas da Síria (FDS) ao norte da cidade de Raqqa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O espírito separatista dos curdos no Iraque, bem com a atividade dos curdos na Síria, representados pelas Forças Democráticas Sírias (SDF, sigla em inglês), estão relacionados com o apoio dos EUA e não refletem a posição geral do povo curdo, declarou o porta-voz interino do parlamento sírio, Najat Anzor.

Hoje (25), nas províncias curdas do Iraque tem lugar um referendo sobre a independência. Bagdá e muitos outros países do Oriente Médio expressaram a sua discordância frente à decisão unilateral das autoridades curdas.

"É uma iniciativa muito perigosa [o referendo no Curdistão] e, em primeiro lugar, prejudica o povo da região. Dispomos de informação verificada de que ele [o espírito separatista] não reflete a atitude geral dos nossos irmãos curdos no Iraque. Isso acontece simultaneamente com a influência estadunidense que tem lugar na Síria, onde os EUA apoiam as chamadas SDF", destacou.

Soldados do exército sírio perto de Deir ez-Zor - Sputnik Brasil
Tchau, norte-americanos! Exército sírio corta cortejo dos EUA (VÍDEO)
Washington está apoiando as operações contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia), destinadas a libertar as cidades de Raqqa e Deir ez-Zor. Estas operações não são autorizadas por Damasco.

As SDF foram estabelecidas na Síria em 2015 e são compostas por foças de autodefesa e alguns destacamentos árabes.

Anteriormente, Washington tinha declarado que não apoia a realização do referendo dos curdos e chama o Curdistão iraquiano autônomo e o governo de Bagdá a dialogarem.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала