Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Coreia do Sul fortalecerá Forças Armadas com submarinos nucleares e satélites espiões

© AFP 2021 / SEBASTIAN D'SOUZA / AFPSubmarino norte-americano de classe Los Angeles perto de navio USS Higgins
Submarino norte-americano de classe Los Angeles perto de navio USS Higgins - Sputnik Brasil
Nos siga no
As autoridades sul-coreanas estão avaliando a possibilidade de construir submarinos nucleares para conter a Coreia do Norte.

Desfile militar na China (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Opinião: China 'deve se preparar' para a guerra na península da Coreia
Nas suas recentes conversações, o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, acordou com seu homólogo estadunidense, Donald Trump, reforçar a defesa conjunta dos aliados contra a Coreia do Norte através da "aquisição e desenvolvimento dos meios de defesa mais avançados" ou  implantação de  armamentos estratégicos do Exército dos EUA no país asiático.

Segundo militares sul-coreanos citados pela agência Yonhap, esse fortalecimento representa para o país uma boa oportunidade de melhorar as capacidades do seu armamento.  Além disso, a Administração do presidente Moon considera a obtenção de submarinos nucleares um passo importante para conter a Coreia do Norte.

Nessa conexão, alguns especialistas opinam que a Administração Trump poderá vender ou arrendar à Coreia do Sul seus antigos submarinos da classe Los Angeles. No entanto, um responsável militar sul-coreano descartou tal possibilidade, apontando que "os EUA nunca venderam um submarino nuclear a um país estrangeiro".

Parada militar em Pyongyang (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Chanceler russo diz por que EUA não atacarão Coreia do Norte
"Se decidirmos vir a tê-los, será um desenvolvimento nacional", aponta o especialista, destacando que a Coreia do Sul é capaz de construir seus próprios submarinos nucleares dentro de cinco anos.

Outro meio militar que Seul poderá adquirir são satélites espiões, informa a agência.  Atualmente, o Exército sul-coreano depende dos EUA quanto à obtenção de informação via satélite sobre as bases de mísseis ou locais de testes nucleares da Coreia do Norte.

Assim, de acordo com o militar, "em breve terão que ser estabelecidas as prioridades e decididas as formas de as alcançar, ou seja, através de desenvolvimento ou de compra".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала