Embaixada dos EUA adverte a americanos sobre segurança durante referendo no Curdistão

© AFP 2022 / AHMAD AL-RUBAYEBandeira do Curdistão e combatente curdo Peshmerga monitorando a área a partir do seu posto na linha de frente em Bashiqa
Bandeira do Curdistão e combatente curdo Peshmerga monitorando a área a partir do seu posto na linha de frente em Bashiqa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Embaixada dos EUA no Iraque advertiu os cidadãos estadunidenses de possíveis transtornos no país, em meio ao próximo referendo da independência no Curdistão.

Bandeiras de Curdistão. (File) - Sputnik Brasil
Por que Israel defende criação do Curdistão?
A embaixada informou ainda que a votação limitaria os movimentos de sua equipe como precaução de segurança.

"A embaixada dos EUA, Bagdá, adverte os cidadãos dos EUA no Iraque que pode haver instabilidade se o governo regional do Curdistão realizar um referendo de independência em 25 de setembro. A missão dos EUA no Iraque limitará temporariamente os movimentos de pessoal como medida preventiva. Os cidadãos dos EUA devem evitar viajar para e dentro dos territórios disputados entre o Governo Regional Curdo e o Governo do Iraque", afirmou a embaixada em comunicado.

A embaixada lembrou que os cidadãos dos EUA deveriam "manter um senso de consciência de segurança e tomar as medidas adequadas para melhorar a segurança pessoal em todos os momentos quando vivem e trabalham no Iraque".

Na sexta-feira, o presidente do Curdistão iraquiano, Masoud Barzani, declarou que a região não adiou o referendo apesar da pressão das autoridades iraquianas e da comunidade internacional. A votação terá lugar na segunda-feira.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала