Nova guerra vem aí? Após teste, Trump questiona se existe acordo nuclear com o Irã

© AP Photo / Amir KholousiLançamento de um míssil balístico pelo Irã
Lançamento de um míssil balístico pelo Irã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, questionou se existe mesmo um acordo nuclear válido com o Irã, após o país ter lançado um novo míssil de médio alcance e estar trabalhando pelo seu desenvolvimento militar ao lado da Coreia do Norte.

"O Irã acabou de testar e disparar um míssil balístico capaz de chegar a Israel. Eles também estão trabalhando com a Coreia do Norte. Não há muito acordo aqui!" Trump escreveu em sua página no Twitter.

O cone do nariz do míssil iraniano tem uma faixa de 1.250 milhas (2.000 quilômetros) e pode transportar ogivas múltiplas, informou Teerã neste sábado.

Países como Israel e Reino Unido criticaram o teste do Irã, ao qual classificaram como "provocação".

O teste aconteceu no final de uma semana de diplomacia aquecida na Assembleia Geral da ONU em Nova York, onde Trump novamente acusou o Irã de desestabilizar o Oriente Médio, chamando-o de "Estado desonesto cujas principais exportações são violência, derramamento de sangue e caos".

Bandeira nacional do Irã - Sputnik Brasil
Irã viola 'letra e espírito' de acordo nuclear, acusa chanceler dos Emirados Árabes Unidos

Os lançamentos anteriores de mísseis iranianos desencadearam sanções e acusações dos EUA de que violam o espírito do acordo nuclear de 2015 entre Teerã e as principais potências.

O presidente dos Estados Unidos ameaçou declarar o Irã em violação do acordo de 2015, a menos que seja expandido para punir o Irã pela busca de um programa de mísseis balísticos e pelo patrocínio de grupos militantes estrangeiros.

Em 15 de outubro, Trump deve dizer ao Congresso dos EUA se ele está pronto para voltar a certificar a conformidade do Irã com o acordo de 2015. Se ele se recusasse a fazê-lo, poderia abrir a porta para novas sanções dos EUA e o colapso do acordo.

Segundo analistas, há um lobby em Washington para que Trump rompa o acordo com os iranianos e declare guerra à nação árabe, com a qual os estadunidenses vivem em constante tensão desde 1979, quando aconteceu a Revolução Islâmica no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала