Trump e Abe apelam à Rússia e China para aumentarem pressão sobre Pyongyang

© REUTERS / Jonathan ErnstPresidente dos EUA Donald Trump e primeiro-ministro japonês Shinzo Abe
Presidente dos EUA Donald Trump e primeiro-ministro japonês Shinzo Abe - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA Donald Trump e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe acordaram, durante o encontro no âmbito da 72ª sessão da Assembleia Geral da ONU, aumentar a pressão sobre Pyongyang e apelaram à China e Rússia para fazerem o mesmo, informou a Casa Branca.

Kim Jong-un, durante teste com submarino da Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro
"Também assumiram o compromisso de empreender esforços adicionais para pressionar ao máximo a Coreia do Norte, apelando à China e Rússia para desempenharem um papel mais consequente", lê-se no comunicado da Casa Branca.

Em 21 de setembro ocorreu também um encontro trilateral, no qual o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, se juntou a Trump e Abe.

Os três líderes discutiram a ameaça proveniente da Coreia do Norte e a próxima visita de Trump ao Japão e Coreia do Sul, prevista para o fim deste ano.

Exército Popular da Coreia apresenta, em desfile, complexos de lançamento de mísseis balísticos intercontinentais (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Mídia: Coreia do Norte cogita explodir bomba de Hidrogênio no Oceano Pacífico
Por sua vez, o representante permanente da China na ONU, Liu Jieyi, declarou que Pequim é contra as novas sanções aplicadas à Coreia do Norte que os EUA adotaram unilateralmente em 21 de setembro sem a aprovação do Conselho de Segurança da ONU.

As tensões em torno dos programas nuclear e de mísseis de Pyongyang aumentaram nos últimos meses, tendo a Coreia do Norte lançado uma série de mísseis balísticos e realizado um teste bem-sucedido de uma bomba de hidrogênio. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала