Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Japão não exclui possibilidade da Coreia do Norte testar bomba de hidrogênio

© AFP 2021 / Kim Won-JinNorte-coreanos festejam teste bem-sucedido de uma bomba de hidrogênio
Norte-coreanos festejam teste bem-sucedido de uma bomba de hidrogênio - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Japão não exclui a possibilidade da Coreia do Norte testar uma bomba de hidrogênio sobre o oceano Pacífico, disse o ministro da Defesa japonês, Itsunori Onodera, em coletiva de imprensa em Tóquio.

Míssil norte-coreano lançado do submarino - Sputnik Brasil
Analistas sobre teste norte-coreano no mar: podem fazê-lo, mas é extremamente provocador
Segundo afirmou o ministro, Coreia do Norte muitas vezes afirmou sobre testes de mísseis balísticos intercontinentais (ICBM, na sigla em inglês) e ogiva nuclear reduzida.

"A quantidade destas afirmações faz acreditar que Pyongyang possa mesmo testar um ICBM ou míssil de médio alcance com ogiva nuclear", ressaltou.

Onodera comentou também um possível teste de bomba de hidrogênio, qualificando tal de "inadmissível".

"[…] Antes de tudo, não será um teste debaixo da terra, mas sim no oceano Pacífico ou sobre o mesmo, o que é inadmissível do ponto de vista internacional. Não se pode negar que caso [a bomba] seja carregada por um míssil balístico, então, tomando em conta os anteriores testes de mísseis, o último sobrevoará nosso país", disse o ministro japonês.

Na manhã da sexta-feira (22) — horário de Pyongyang, foi publicado um pronunciamento de Kim Jong-un em que ele chamou o discurso de Donald Trump na Assembleia Geral da ONU de "palavras excêntricas", o próprio presidente estadunidense de "mentalmente perturbado", prometendo o "mais alto nível de contramedida de linha dura da história".

Bandeira nacional da Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Vice-chanceler alemão explica por que o líder da Coreia do Norte não é louco
Mais anteriormente, o ministro das Relações Exteriores norte-coreano, Ri Yong Ho, afirmou a jornalistas em Nova York que a possível resposta do país ao discurso de Trump poderia ser "a detonação mais poderosa de uma bomba de hidrogênio no Pacífico".

De acordo com Itsunori Onodera, é preciso se abster de tais afirmações provocadoras.

"É uma afirmação de um indivíduo, mas também do ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte. É uma afirmação completamente inadmissível", opinou.

Anteriormente, a Rússia e a China sugeriram que a Coreia do Norte interrompesse seus testes nucleares e lançamentos de mísseis e que a Coreia do Sul e os EUA desistissem de exercícios nucleares na região para estabilizar a situação, mas Washington ignorou a iniciativa.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала