Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ministério da Defesa russo revela novos métodos de luta contra Daesh na Síria

© Sputnik / Ministério da Defesa da Federação da Rússia / Abrir o banco de imagensUm Tu-22M3 decola da base aérea de Hmeymim
Um Tu-22M3 decola da base aérea de Hmeymim - Sputnik Brasil
Nos siga no
Na operação de libertação do povoado sírio Akerbat foram usados novos métodos de operações contra terroristas, comunicou o chefe do estado-maior das tropas russas na Síria, Aleksandr Lapin.

De acordo com o militar, "a Força Aeroespacial da Rússia efetuou um poderoso ataque de fogo, se realizou um cerco com três ataques de envolvimento, a divisão do inimigo em várias partes e a derrota e eliminação das bolsas de militantes nas regiões do sul da cidade".

Segundo frisou Lapin, a libertação de Akerbat, que era "um verdadeiro baluarte" do Daesh, organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países, permitiu "desenvolver as ações ofensivas decisivas" em direção a Deir ez-Zor, levantar o bloqueio da cidade e chegar à linha do rio Eufrates.

Sumbarino russo Kolpino - Sputnik Brasil
Submarinos russos atacam com mísseis posições do Daesh na Síria (VÍDEO)
O representante do Ministério da Defesa russo referiu que no decorrer dos combates na região de Akerbat foram eliminados mais de 1.200 terroristas e mais de 3.000 objetos de sua infraestrutura, bem como 49 tanques, 157 carros pick-up com metralhadores e sistemas antiaéreos e mais de 80 sistemas de artilharia.

"Foi precisamente aqui que se deu um ponto de viragem na luta contra o Daesh e começou a ofensiva contra Deir ez-Zor", adiantou.

De acordo com o militar, a dificuldade da operação consistia em que a cidade tinha sido preparada para uma defesa circular, possuía um sistema de defesa de vários níveis, comunicações subterrâneas, bunkers e abrigos.

"A cidade subterrânea consiste de túneis entre 100 e 800 metros interligados uns com os outros por passagens, o que permitia aos militantes efetuar transferência de reservas de uma parte da cidade para outra. Mas todos esses túneis foram detectados pelos veículos não tripulados da Força Aeroespacial russa e destruídos na fase inicial", contou.

O militar destacou que o exército sírio tinha de expulsar os militantes praticamente de cada edifício. "A eliminação do inimigo decorria de noite e de dia sem parar, com o apoio direto da Força Aeroespacial da Rússia", concluiu o general.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала