Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Coreia do Norte lança um míssil não identificado em direção ao Japão

© REUTERS / KCNAA propaganda poster blaming U.S. and hostile countries' sanction is seen in this undated photo released by North Korea's Korean Central News Agency (KCNA) in Pyongyang August 17, 2017. The poster reads: "Entire region of the state is now within range of our missiles!"
A propaganda poster blaming U.S. and hostile countries' sanction is seen in this undated photo released by North Korea's Korean Central News Agency (KCNA) in Pyongyang August 17, 2017. The poster reads: Entire region of the state is now within range of our missiles! - Sputnik Brasil
Nos siga no
Coreia do Norte disparou um míssil não identificado na madrugada desta sexta-feira (horário local) no distrito de Sunan, arredores de Pyongyang, em direção ao Japão, informou o exército da Coreia do Sul.

Um míssil não identificado foi lançado na Coreia do Norte na direção leste, de acordo com relatórios publicados, em torno das 6h57 do horário local. O míssil voou por cerca de 20 minutos até cair no Oceano Pacífico às 7h16, cerca de 2 mil quilômetros ao leste de Hokkaido, informou a emissora NHK, citando funcionários do governo japonês.

Diversas prefeituras japonesas emitiram um alerta, pedindo para as pessoas procurarem abrigo. A emissora acrescentou que o míssil já sobrevoou a ilha de Hokkaido.

Testemunhas divulgaram no Twitter os alertas de ataque aéreo ouvidos no Japão após o anúncio do lançamento.

​Imagens de satélite, capturadas recentemente, apontaram grande atividade nas proximidades do polígono de testes nucleares de Punggye-ri, na Coreia do Norte. "Essa atividade… sugere que o trabalho no local poderia estar mudando o foco para preparar condições para futuros testes nucleares subterrâneos", segundo o portal North 38, especializado em estudos norte-coreanos.

O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul e dos Estados Unidos informou que está investigando os detalhes do novo lançamento de míssil. Segundo análises preliminares, o míssil sobrevoou uma distância de 3.700 quilômetros e atingiu a altitude máxima de 770 quilômetros.

​Segundo a imprensa, o Japão, mais uma vez, não recorreu aos sistemas antimísseis norte-americanos Patriot (PAC-3). Diversos comentaristas na imprensa acreditam que o lançamento foi uma resposta direta às mais recentes sanções, aprovadas por unanimidade pelo Conselho de Segurança da ONU.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала