Papa pede o fim da violência na Venezuela

Nos siga noTelegram
O Papa Francisco pediu neste domingo que cessem imediatamente as hostilidades na Venezuela e seja encontrada uma saída pacífica para a atual crise que atinge o país.

Manifestantes criam barricadas enquanto se reúnem contra o governo do presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, em Caracas, Venezuela, 4 de agosto de 2017. - Sputnik Brasil
União Europeia pode introduzir sanções contra autoridades da Venezuela
"Eu garanto a todos vocês minhas orações por cada país da América Latina, e, de maneira especial, pela vizinha Venezuela", afirmou o pontífice em visita à Colômbia, na cidade de Cartagena. "Eu apelo pela rejeição de toda a violência na vida política e por uma solução para a atual grave crise, que afeta a todos, principalmente os mais pobres e mais desfavorecidos da sociedade", acrescentou, citado pela Rádio Vaticano.

A Venezuela se encontra em uma profunda crise política e econômica, dividida entre os apoiadores do presidente Nicolás Maduro e opositores que pedem a sua saída. Confrontos entre diferentes grupos levaram à morte de dezenas de pessoas e deixaram várias outras feridas ao longo dos últimos meses.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала