Kremlin: Embargo energético à Coreia do Norte não faz sentido

© Sputnik / Vladimir Pesnya / Abrir o banco de imagensO Kremlin
O Kremlin - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Não faz muito sentido interromper o fornecimento de petróleo russo para a Coreia do Norte, pois a balança comercial é mínima, disse o porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, aos jornalistas.

"Eu gostaria de lembrar a vocês a declaração do presidente da Coreia do Sul, sobre a esperança de construir, apesar de tudo, relações de amizade na península da Coreia. Sobre a sua manifestada esperança de envolver a Coreia do Norte em projetos conjuntos da Rússia com a Coreia do Sul", disse Peskov.

Kim Jong-un observa míssil balístico de longo alcance Hwasong-12. - Sputnik Brasil
Vladimir Putin: Rússia não reconhece estatuto nuclear da Coreia do Norte
"O presidente da Rússia, muitas vezes, inclusive durante a coletiva de imprensa em Pequim, apontou que os volumes da cooperação econômica, comercial, de fornecimento de petróleo e de seus derivados para a Coreia estão em níveis ínfimos, níveis escassos. Por isso, nesse caso, não acredito fazer sentido conversar sobre isso. Não se trata de volumes significativos", declarou o porta-voz do presidente da Rússia, ao explicar a recusa de Vladimir Putin de embargar o fornecimento de petróleo para a Coreia do Norte.

"Além disso, Putin destacou, durante a coletiva de imprensa em Pequim, que condena de forma resoluta as ações provocadoras de Pyongyang. Não somos partidários da política de encurralar Pyongyang. Ao contrário, devemos envolver Pyongyang no diálogo. Devemos criar condições, nas quais Pyongyang se sinta segura e, dessa forma, busque caminhos para uma saída [da crise]", concluiu Peskov.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала