Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Alto comando: EUA manterão forte presença naval perto da península da Coreia

© AP Photo / Claude ParisPorta-aviões USS George H.W. Bush, foto de arquivo
Porta-aviões USS George H.W. Bush, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Nos siga no
O comandante da Frota do Pacífico dos EUA, almirante Scott Swift, declarou que Washington manterá forte presença naval perto da península da Coreia em resposta às ações "autodestrutivas" de Pyongyang.

O sistema de defesa antimíssil THAAD - Sputnik Brasil
EUA aprovam venda bilionária de armamentos à Coreia do Sul
"Seguiremos deslocando grupos de ataque de porta-aviões [CSG], grupos expedicionários de ataque, navios equipados com [sistema de combate] Aegis, a força submarina mais poderosa do mundo e aviões avançados como o F-35, o P-8 e o MH-60R no intuito de estarmos preparados para responder quando nos chamarem", declarou Swift, citado pela Yonhap.

O almirante sublinhou que a Frota do Pacífico realiza operações perfeitamente coordenadas com a Marinha da Coreia do Sul e do Japão para se defender de mísseis balísticos e da guerra antissubmarino.

"A única força naval mais poderosa que a Frota do Pacífico dos EUA é a Marina estadunidense em sua totalidade", anunciou.

No dia 3 de setembro, a Coreia do Norte declarou ter realizado um teste bem-sucedido de uma bomba de hidrogênio, destinada aos mísseis balísticos intercontinentais. A ordem de realizar o teste foi dada pelo líder norte-coreano, Kim Jong-un. Este foi o sexto teste desde 2005, ano em que a Coreia do Norte foi declarada potência nuclear; os anteriores ocorreram em 2006, 2009, 2013 e dois em 2016.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала