EUA: quem faz negócios com a Coreia do Norte apoia seu programa nuclear

© AP Photo / Mary AltafferAmerican Ambassador to the United Nations Nikki Haley, right, speaks to Chinese Ambassador to the United Nations Liu Jieyi before a Security Council vote on a new sanctions resolution that would increase economic pressure on North Korea to return to negotiations on its missile program, Saturday, Aug. 5, 2017 at U.N. headquarters
American Ambassador to the United Nations Nikki Haley, right, speaks to Chinese Ambassador to the United Nations Liu Jieyi before a Security Council vote on a new sanctions resolution that would increase economic pressure on North Korea to return to negotiations on its missile program, Saturday, Aug. 5, 2017 at U.N. headquarters - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA consideram todos os países que 'fazem negócios' com a Coreia do Norte como apoiadores do programa nuclear de Pyongyang, declarou nesta segunda-feira a representante permanente dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley.

Presidente norte-americano Donald Trump cumprimenta o premiê japonês Shinzo Abe - Sputnik Brasil
Trump: 'EUA estão prontos para usar armas nucleares contra Pyongyang se necessário'
"Os EUA considerarão todo país que fizer negócios com a Coreia do Norte como um país que apoia os seus insanos e perigosos anseios nucleares", disse Haley durante sessão do Conselho de Segurança da ONU, realizada nesta segunda-feira para discutir o novo teste nuclear norte-coreano.

Neste domingo, as autoridades da Coreia do Norte declararam sobre um bem-sucedido teste de uma bomba de hidrogênio. Pyongyang manifestou a intenção de instalar ogivas desse tipo em seus mísseis balísticos intercontinentais. A ordem de realizar o teste foi dada pelo líder norte-coreano, Kim Jong-un. De acordo com Pyongyang, o teste não provocou vazamento de radiação, nem outros efeitos negativos para o meio-ambiente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала