Coreia do Sul não voltará a instalar armas nucleares norte-americanas no seu território

© AFP 2022 / JUNG YEON-JEPostos fronteiriços da Coreia do Sul (no primeiro plano) e da Coreia do Norte (no segundo plano) perto da Zona Desmilitarizada
Postos fronteiriços da Coreia do Sul (no primeiro plano) e da Coreia do Norte (no segundo plano) perto da Zona Desmilitarizada - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Sul descartou a possibilidade de voltar a instalar armas nucleares dos EUA para conter o seu vizinho do Norte.

"Nunca consideramos dever implantar armas nucleares dos EUA no nosso país", a agência Yonhap cita um funcionário do gabinete presidencial sul-coreano.

O funcionário, que pediu anonimato, acrescentou que "o governo respeita o regime de não-proliferação e toda a sua política segue em linha com isso".

Presidente Putin observa voos no salão aéreo MAKS 2017 - Sputnik Brasil
Putin: 'Situação na península coreana está à beira de uma guerra'
Os EUA retiraram as armas nucleares táticas da península da Coreia em 1991 segundo o acordo de desnuclearização, não-agressão e reconciliação entre Seul e Pyongyang.

A situação na península da Coreia se agravou depois de o presidente norte-americano, Donald Trump, ter ameaçado a Coreia do Norte com "fogo e fúria". Pyongyang disse, por sua vez, que o país está disposto a desenvolver um plano de ataque com mísseis contra as bases militares norte-americanas na ilha de Guam. Ao mesmo tempo, os EUA e a Coreia do Sul realizaram manobras conjuntas, que Pyongyang considerou como um ensaio para uma possível invasão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала