Armadilha: terroristas do Daesh se vestem como curdos para capturar civis na Síria

© REUTERS / Rodi SaidCombatentes das Forças Democráticas da Síria (FDS) ao norte da cidade de Raqqa, em 8 de março de 2017
Combatentes das Forças Democráticas da Síria (FDS) ao norte da cidade de Raqqa, em 8 de março de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militantes do Daesh estão se vestindo como forças curdas, apoiadas pela coalizão liderada pelos EUA, para capturar civis tentando fugir da fortaleza do grupo terrorista islâmico em Raqqa, informou a mídia na quarta-feira, citando os moradores locais.

De acordo com o jornal britânico The Telegraph, os jihadistas estão se apresentando como as Forças Democráticas Sírias (SDF), lideradas pelo Curdistão, acenando bandeiras curdas e criando falsos pontos de controle para capturar civis que fogem.

Na segunda-feira, a mídia informou, citando um comandante sênior do SDF, que a batalha para libertar a fortaleza do Daesh deve terminar no prazo de dois meses.

Members of the Syrian Democratic Forces advance toward Islamic State positions in Seif Al Dawla district of Raqqa, Syria August 9, 2017 - Sputnik Brasil
FDS anunciam prazo da libertação total de Raqqa, na Síria (VÍDEO)

Raqqa foi controlada pelo Daesh a partir de 2013. Em junho, o SDF, apoiado pela coalizão internacional liderada pelos EUA, iniciou uma operação voltada para a libertação da cidade.

A operação da coalizão não foi autorizada nem pelo governo sírio como pelo Conselho de Segurança da ONU.

No início desta semana, as Nações Unidas reiteraram sua preocupação com a segurança de até 25 mil civis capturados no fogo cruzado em Raqqa. Cerca de 10 mil pessoas foram deslocadas da cidade na primeira quinzena de agosto, de acordo com as Nações Unidas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала