- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Na iminência de nova denúncia, Temer viaja para China: 'querem parar o Brasil' (VÍDEO)

© Valter Campanato/Agência BrasilConsultoria prevê que quadro político continuará desfavorável para Temer
Consultoria prevê que quadro político continuará desfavorável para Temer - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Michel Temer, em vídeo publicado nesta terça-feira em sua conta no Facebook, anunciou sua viagem para China e disse que pretende "corrigir" a herança deixada pelo governo da presidenta Dilma Rousseff.

"A herança que nós foi legada pelo governo anterior já está sendo corrigida e, progressivamente, vamos eliminando a carestia e os juros altos", disse o presidente, afirmando que a volta dos empresa é uma realidade.

Temer afirmou estar resgatando o "ogrulho e a confiança perdida" pela população.

Em meio às expectativas de uma nova denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente, Temer disparou contra seus opositores que, segundo ele, sentem um desejo sem limites de parar o Brasil.

“Sabemos que tem gente que quer parar o Brasil e esse desejo não tem limites. Quer colocar obstáculos ao nosso trabalho, semear a desordem nas instituições, mas tenho força necessária para resistir, porque o que estamos fazendo é necessário e serve apenas à sociedade brasileira. O momento pede sobriedade, responsabilidade e paciência. Nenhuma força me desviará desse rumo”, disse Temer.

Segundo ele, os brasileiros estão desconfiados da política por terem sofrido muito e terem amargado grandes decepções.

"Vai dar certo", afirmou o chefe de Estado, "não vamos deixar que a agenda negativa venha abater nosso ânimo", concluiu.

Falando sobre a viagem para a China, Temer prometeu ampliar as relações comerciais e fechar bons acordos.

“A China poderá ser uma das grandes investidoras nos nossos projetos de concessão que anunciei na semana passada e, com isso, acelerar a criação de empregos e melhorar a renda do trabalhador brasileiro”, disse. 

Michel Temer visitará a China para participar da Cúpula dos BRICS, grupo formado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала