Senador russo: isolamento da Rússia está fora do alcance dos EUA

© Sputnik / Vladimir Fedorenko / Abrir o banco de imagensAleksei Pushkov, presidente do Comitê Internacional da Duma de Estado da Rússia
Aleksei Pushkov, presidente do Comitê Internacional da Duma de Estado da Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Para o senador russo Aleksei Pushkov, todas as ameaças de Washington de excluir a Rússia das relações econômicas e diplomáticas são inúteis, pois a experiência do ex-presidente americano, Barack Obama, demonstrou que o isolamento da Rússia está além da capacidade dos EUA.

"A Rússia 'não será expulsa do sistema das relações diplomáticas e econômicas'. As ameaças de Volker são esforços em vão. A experiência de Barack Obama testemunhou: os EUA são incapazes de fazê-lo", escreveu Pushkov no Twitter.

Representante especial dos EUA para a Ucrânia, Kurt Volker - Sputnik Brasil
Representante dos EUA: Moscou quer 'congelar' situação em Donbass
As palavras do senador russo sucederam a declaração do enviado especial norte-americano à Ucrânia, Kurt Volker, sobre a Rússia estar querendo "congelar" a situação em Donbass, e, de acordo com Volker, essa política terá sérias consequências internacionais.

"O enviado especial dos EUA à Ucrânia joga do lado de Kiev, o que não é surpreendente. O estranho é que ele ainda não percebeu: a Rússia não será isolada", acrescentou o senador.

Para Kurt Volker, a questão de fornecimento de armas letais para Kiev está sendo debatida seriamente. Moscou afirmou repetidas vezes que esses planos só resultariam na piora da situação e levariam à escalada do conflito no sudeste da Ucrânia. Além disso, o Kremlin ressalta que o envio de armas para a Ucrânia, vindas do exterior, não irá contribuir para o cumprimento dos acordos de Minsk.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала