Mais de 100 sudaneses prestam homenagens a embaixador russo morto na quarta-feira

© Sputnik / Andrey Telichev / Abrir o banco de imagensBuilding of the Russian Ministry of Foreign Affairs
Building of the Russian Ministry of Foreign Affairs - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo o segundo secretário da missão Sergei Konyashin, mais de cem residentes de Cartum, capital do Sudão, assinaram o livro de condolências em memória do embaixador russo Mirgayas Shirinsky.

De acordo com Konyashin, o ministro das Relações Exteriores do Sudão, Ibrahim Ghandour, o assistente presidencial Awad Al Jaz e outros importantes funcionários e figuras públicas estavam entre os que prestaram homenagem a Shirinsky.

Embaixada da Rússia em Cartum, no Sudão - Sputnik Brasil
Embaixador russo no Sudão encontrado morto em sua residência
Os representantes da diáspora de língua russa de Cartum, bem como os sudaneses que se formaram nas instituições de ensino superior soviéticas e russas também deixaram suas assinaturas no livro de condolências, acrescentou Konyashin.

O corpo de Mirgayas Shirinsky será transferido para a capital bielorrussa de Minsk em 30 de agosto, disse o secretário de imprensa da missão, Sergei Konyashin, a Sputnik.

"O corpo será transferido para parentes na Bielorrússia, [onde vive] a esposa do embaixador. Em 30 de agosto, será transferido para Minsk de avião", disse Konyashin.

Shirinsky foi encontrado morto na piscina da sua residência oficial em Cartum na quarta-feira. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia confirmou que uma parada cardíaca foi a causa da morte do embaixador.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала