EUA restringem contatos com menino russo que foi sequestrado pelo pai

© AP Photo / Damian DovarganesUm oficial da Polícia de Los Angeles com uma câmera acoplada ao corpo durante a demostração para a mídia em Los Angeles.
Um oficial da Polícia de Los Angeles com uma câmera acoplada ao corpo durante a demostração para a mídia em Los Angeles. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O adido de imprensa do consulado russo em São Francisco, Maksim Goncharov, disse que todos os contatos com Daniel Morozov, de nove anos de idade, foram restringidos pelo Serviço de Proteção de Crianças dos EUA devido ao estresse que ele sofreu com a perda trágica dos pais.

"As autoridades americanas confirmaram formalmente a morte de seus pais e revelaram que o menino se encontra atualmente sob o cuidado do Serviço de Proteção de Crianças de Santa Bárbara", divulgou o adido de imprensa em entrevista à Sputnik.

A modelo britânica Chloe Ayling resgatada após o sequestro, 8 de agosto de 2017 - Sputnik Brasil
Sequestro de modelo britânica: nova tentativa de culpar os russos?
A promotora pública de Santa Bárbara, Debbie Fox, confirmou à Sputnik que as autoridades locais estão tomando conta do menino.

"No nosso entender o Daniel Morozov está seguro, ficando sob cuidado dos Serviços da Família e de Crianças de Los Angeles. Todas as questões sob a jurisdição destes serviços são confidenciais", acrescentou ela.

O pai do menino, Konstantin Morozov, foi morto a tiro na terça-feira pela polícia de Los Angeles depois de alegadamente ter assassinado sua esposa Natália e sequestrado Daniel na sua casa em Santa Bárbara, de acordo com o Los Angeles Times.

Segundo o Consulado-Geral da Rússia em São Francisco, tanto o menino, como os seus pais eram nacionais da Rússia, acrescentando-se mais tarde que tinham também passaportes americanos.

O consulado discutiu as opções para o Daniel poder ser adotado, sendo que os familiares de ambos os pais se mostraram dispostos a tomar conta da criança, apontou Goncharov. Um deles já chegou a Los Angeles e está procurando entrar em contato com o menino. Contudo, a decisão final sobre a adoção compete aos tribunais dos EUA, segundo disse Goncharov.

"O Daniel, tal como seus pais, é cidadão americano e, portanto, a questão da adoção provavelmente será resolvida pelos tribunais dos EUA", resumiu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала