Alemanha não pretende aumentar efetivo militar no Afeganistão

© AFP 2022 / CHRISTOF STACHEA Ministra de Defesa alemã, Ursula von der Leyen, com soldados da infantaria depois dos exercícios militares na parte sul da Alemanha, em 23 de março, 2016
A Ministra de Defesa alemã, Ursula von der Leyen, com soldados da infantaria depois dos exercícios militares na parte sul da Alemanha, em 23 de março, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Apesar da intenção dos Estados Unidos de aumentar o número de suas tropas no Afeganistão, a Alemanha não pretende fazer o mesmo.

Militantes do Taliban no Afeganistão, 13 de outubro de 2015 - Sputnik Brasil
Talibã condena decisão de Trump e promete continuar com jihad
A ministra da Defesa do país europeu, Ursula von der Leyen, comentou o assunto nesta terça-feira (22).

"Nós aumentamos nosso número de tropas em 18% no ano passado, enquanto outros cortaram [o número de tropas]", disse Leyen em evento no norte da Alemanha. "Então, não nos vemos na primeira fila de pessoas que deveriam ser convidadas a contribuir com mais soldados."

Apesar da negativa da ministra da Defesa, ela ressaltou a importância do comprometimento do presidente dos EUA, Donald Trump, com a missão estadunidense no Afeganistão. 

O republicano afirmou durante a campanha que pretendia sair da guerra do Afeganistão, mas voltou atrás e disse na segunda que irá aumentar a missão militar do Oriente Médio. "Nossas tropas vão lutar para vencer", disse Trump.

A expectativa é de que mais mais 4 mil soldados sejam enviados para o Afeganistão. Hoje, o corpo militar no país é de cerca de 8.400 militares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала