Exército libanês realiza grande ofensiva contra terroristas perto da fronteira síria

© AP Photo / Hussein MallaForças Especiais do Exército libanês patrulham ruas de Ras Baalbek, no vale do Becaa (arquivo)
Forças Especiais do Exército libanês patrulham ruas de Ras Baalbek, no vale do Becaa (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um dos dirigentes do exército libanês, o general de brigada Ali Qansuh, anunciou durante uma coletiva em 19 de agosto que teve início a maior operação antiterrorista perto das fronteiras com a Síria.

Um bombardeiro estratégico Tu-22, da Força Aeroespacial da Rússia, durante a operação na Síria - Sputnik Brasil
Ataque aéreo russo matou mais de 200 terroristas e destruiu comboio do Daesh na Síria
Segundo o general, o objetivo principal da operação é retomar todas as terras libanesas até à fronteira síria. Ele disse que o exército do país não prevê coordenar operações com o movimento Hezbollah ou com o exército sírio, bem como não vai negociar com o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e muitos outros países).

Ali Qansuh disse que o exército quer libertar o mais rápido possível seus militares que foram tomados pelos terroristas como prisioneiros de guerra.

Segundo o general, em território do Líbano há mais de 600 militantes divididos em 3 grupos — Raas al Baalbek, al Qaa e um grupo no norte. Os terroristas estão armados com armas antiaéreas e fuzis de precisão e se deslocam frequentemente em motociclos. Eles se escondem em cavernas e montanhas, por isso os combates contra eles serão incomuns, disse o militar.

O deputado do parlamento libanês Amal Abu Zeid disse à Sputnik Árabe que esta operação foi acordada com o presidente do Líbano e com o governo do país, e está sendo realizada sem qualquer influência de fora, ela é realizada "de acordo com os interesses dos próprios libaneses".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала