Conselheira de Assad: guerra na Síria mudou relação de forças no mundo

© Sputnik / Michael Alaeddin / Abrir o banco de imagensUm distrito libertado em Aleppo oriental
Um distrito libertado em Aleppo oriental - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Butheina Shaaban, conselheira do presidente sírio Bashar Assad, fala com a Sputnik sobre os resultados da guerra na Síria, as perspectivas dos países árabes e o surgimento de novos centros de poder no mundo.

A conselheira do presidente sírio Bashar Assad, Butheina Shaaban, em uma entrevista à Sputnik Árabe, declara que a abertura da Exposição Internacional de Damasco depois de cinco anos de intervalo tem uma grande importância.

"É uma mensagem clara para todo o mundo que a guerra acabou e nós começamos restaurando o país", destacou a conselheira.

Segundo ela, o resultado da guerra se tornou evidente quando o exército sírio, em conjunto com seus aliados, libertou Aleppo dos terroristas. Quanto aos resultados políticos, eles devem aparecer nos próximos dois meses. Quando a comunidade internacional perceber que a Síria resistiu, a relação com o país árabe mudará.

Los ataques de las Fuerzas Aeroespaciales de Rusia contra las posiciones de Daesh cerca de la ciudad siria de Deir Ezzor (archivo) - Sputnik Brasil
'Sem Rússia, Síria deixaria de existir como Estado'
Apesar de toda a dor que os outros países árabes trouxeram à Síria, a conselheira prevê um destino comum dos povos destes países com o povo sírio, pois Damasco está pronta a estabelecer a cooperação.

Falando da relação de forças no mundo, Butheina Shaaban destacou que a guerra na Síria mostrou que esta tinha mudado: "É obvio que os países ocidentais perderam sua antiga influência. Ao mesmo tempo aumentou o papel da Rússia, da China e do Irã na arena internacional."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала