Opinião: é pouco provável que uma guerra nuclear seja iniciada em breve

© REUTERS / KCNAMíssil norte-coreano lançado do submarino
Míssil norte-coreano lançado do submarino - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Hoje vivemos sob pressão da crise entre os EUA e a Coreia do Norte. Confira uma opinião esclarecida sobre a nova volta na espiral de tensão nas relações entre essas potências.

O observador turco Tulin Daloglu comenta à Sputnik Turquia que o nível de tensões entre os EUA e a Coreia do Norte é significativamente exagerado e alimentado devido à forma de comportamento de Donald Trump não ser habitual para a opinião pública.

"A retórica de Donald Trump, a linguagem dos seus gestos e declarações, não são comuns para o público. Ele faz declarações duras, não ponderando ou prevendo suas possíveis consequências, o que resulta em que a situação se torna mais tensa."

Líder da Coreia do Norte Kim Jong-un - Sputnik Brasil
Trump elogia 'decisão muito sensata' de Kim Jong-un de não atacar Guam
Lembrando o antigo presidente dos EUA George W. Bush, que introduziu o termo "eixo do mal" na linguagem política internacional, o especialista destacou: "Um dos componentes do ‘eixo do mal' era a Coreia do Norte, os outros dois eram representados pelo Irã e pelo Iraque. Entretanto, foi naquele tempo que o Iraque foi ocupado pelas tropas norte-americanas. Então, Trump não é o primeiro que ameaça a Coreia do Norte de usar armas ou outros meios militares. Isso já foi feito antes."

Além disso, o observador apontou para o impacto dessas tensões prolongadas ser sentido pela Turquia:

"A situação que existe hoje nas relações com a Coreia do Norte representa a mesma importância para a Turquia que para os EUA, porque a adesão da Turquia à OTAN dependia da participação do país no grupo criado pela ONU no decurso da Guerra da Coreia. Levando tudo isso em consideração, entendemos que o problema atual tem vários aspetos e é muito complicado."

"Portanto, não vale a pena falar sobre o início de uma guerra nuclear com a Coreia do Norte, mas é evidente uma crise séria, pois os líderes mundiais estão usando uma retórica bastante dura", concluiu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала