Submarinos nucleares russos 'desaparecerão' dos radares inimigos

© Sputnik / Ministério da Defesa da RússiaYuri Dolgoruky, submarino do projeto 955 Borei
Yuri Dolgoruky, submarino do projeto 955 Borei - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os submarinos russos mais recentes do projeto 995 da classe Borei-A e 885 Yasen-M serão quase "invisíveis" para os sonares, o meio principal para detectar submarinos.

De acordo com jornal russo Izvestia, isto se tornou possível graças às bombas de pressurização silenciosas produzidas na Rússia. Anteriormente os submarinos nacionais eram equipados com motores de produção moldava.

Submarino russo Krasnodar da classe Varshavyanka - Sputnik Brasil
Marinha da Rússia receberá submarino avançado Kronstadt em 2020
Em cada submarino está previsto instalar dezenas destas bombas que, de fato, funcionam como o "coração" e o "sistema sanguíneo" do navio. Estes dispositivos garantem a circulação do líquido no reator, o enchimento de água dos lança-torpedos antes de disparar e até a imersão e emersão do navio.

As características destas bombas mais recentes são consideradas secretas, pois elas são o "retrato" de cada submarino. O ruído do funcionamento das bombas, caso seja conhecido, permite identificar o submarino e é este ruído que os sonares do adversário ouvem. Desta forma, só conhecendo esta tecnologia é possível detectar um submarino.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала